Quem Somos | Benefícios | Departamentos | Convenção Coletiva | Associe-se | Fale Conosco
 
 
» Notícias
 
 
 
Temporários já chegam ao comércio em Goiânia 

A temporada de contratações para as vendas de Natal no comércio de Goiânia este ano se confunde com uma reposição do quadro de funcionários desligados durante os decretos de isolamento social. Além das vagas de trabalho temporário para o fim de ano, muitas lojas também estão contratando funcionários permanentes para recompor seus quadros que foram reduzidos depois da pandemia. 

O Sindicato do Comércio Varejista de Goiás (Sindilojas-GO) prevê um crescimento de 5% nas contratações de temporários este ano.
Muitos lojistas ainda aguardam o desempenho da Black Friday, em novembro, para avaliar a demanda por temporários. Além disso, antes de contratar, muitas empresas pretendem usar horas não trabalhadas e negociadas com os funcionários quando o comércio fechou as portas por conta da pandemia. 

A Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Assertem) prevê que as contratações neste segundo semestre serão 12,5% maiores que no mesmo período do ano passado, chegando a 900 mil trabalhadores no País.

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima que pouco mais de 1,5 mil temporários sejam contratados em Goiás. Mas o presidente do Sindilojas-GO, Eduardo Amorim, acredita que o número deve ser bem maior. “Se somente os lojistas do Flamboyant contratarem um funcionário extra, já serão 330, e ainda temos vários outros shoppings na capital e em outros municípios, a Região da 44 e o comércio de rua”, justifica. 

Segundo ele, em geral, os lojistas goianos estão confiantes na possibilidade de fechar boas vendas no Natal e terminar o ano com saldo positivo no faturamento, superando os meses mais difíceis da pandemia, de março a maio. O comércio aposta no 13º salário, na extensão do pagamento do auxílio emergencial e na concessão do FGTS emergencial. 

O presidente da Associação de Lojistas do Shopping Flamboyant (Aslof), Raphael Rios, lembra que, após a reabertura das lojas em tempo integral, começou uma corrida para reposição dos quadros. “Mas isso não significa que todas voltarão à mesma estrutura anterior”, adverte. Em alguns casos, os temporários serão contratados para recompor quadros incompletos das empresas no fim de ano.

Raphael conta que, depois que a Prefeitura de Goiânia liberou a entrada de crianças nos shoppings, o movimento cresceu com a presença de mais famílias. Confiantes numa demanda reprimida, os lojistas acreditam que as vendas serão, pelo menos, iguais às do Natal de 2019. “As pessoas ficaram muito tempo em casa, estão ansiosas para a chegada do fim do ano”.

Os shoppings continuam apostando nas decorações de Natal para atrair o consumidor. O Goiânia Shopping antecipou a inauguração de sua decoração “Carrossel de Natal” para este próximo sábado, em comemoração aos aniversários de 87 anos de Goiânia e de 25 anos do shopping. “Em 2020, devido à pandemia, as relações pessoais foram ressignificadas. Resolvemos antecipar esse clima bom de paz e de união que o Natal causa em nós. Preparamos uma decoração encantadora, grandiosa pra receber os clientes e proporcionar mais alegria”, diz José Borges Neto, gerente de Marketing do Goiânia Shopping.

Muitos lojistas acreditam que o consumidor entrará mesmo neste clima. O gerente da loja Imaginarium, Deivyson Souza, já contratou dois temporários e pretende contratar mais dois nos próximos dias. De acordo com ele, com a volta do horário normal de funcionamento do shopping, o fluxo de visitantes cresceu nos últimos dias e a loja precisa de mais funcionários para todos os horários de trabalho. “Estamos confiantes de que será um bom Natal, apesar de ainda estarmos esperando a Black Friday para termos uma noção melhor”, ressalta.

A vendedora Yasmin Alves Moreno, uma das temporárias contratadas, acaba de começar a trabalhar. Ela trabalhava num call center, mas procurava emprego na área de vendas em busca de remuneração melhor. “Eu já tinha entregue alguns currículos nos últimos meses e fui chamada. Esta área de vendas é muito boa para trabalhar neste período do ano.”

Pandemia afeta até decorações de Natal

A decoração de Natal do Buriti Shopping terá mudanças devido a pandemia do coronavírus, já que a maior preocupação é continuar seguindo os protocolos da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). Para manter distanciamento social e evitar aglomerações, o centro de compras adotará decorações aéreas e luzes externas. A responsabilidade social será o grande mote do Natal do Shopping Bougainville em 2020. “O Natal Solidário do Bougainville será inteiramente voltado para a campanha social de apoio a famílias em situação de vulnerabilidade”, afirma Andreia Alves, gerente de marketing do shopping. O mall contará com uma decoração assinada pela Vero Festas, que inclui a árvore de Natal em uma releitura com simbolismos e a presença estruturas decorativas que remetam a valores como generosidade, empatia, união e amor, além da fachada iluminada.

 

22/10/2020 - O Popular  
 

Justiça manda Serasa parar de vender dados pessoais de brasileiros
24/11/2020
13º salário será integral para quem teve jornada reduzida, diz Economia
19/11/2020  - 360 Graus
CUT e Força se unem para criar nova entidade trabalhista
17/11/2020  - O Popular
Vendas do varejo têm quinta alta seguida, mas perdem força em setembro
11/11/2020  - Estado de São Paulo
Décimo terceiro 2020: Trabalhador pode ter até 66% de redução no salário
10/11/2020  - Valor Invest
Choque inflacionário deve durar seis meses, dizem economistas
03/11/2020  - Estado de São Paulo
13° salário de 2020: Mudanças poderão reduzir o benefício em até 66%
03/11/2020  - Jornal Contábil
Desoneração divide bancada goiana no Congresso
03/11/2020  - O Popular
A obra e a vida superlativas de William Agel de Mello
02/11/2020  - O Popular
Empresas levam propostas para aumentar negócios na Região da 44
29/10/2020
 
 
 
 
SECI - Sind dos Empregados no Comércio e nas Cooperativas em Geral de Itumbiara
Rua Olívia Fagundes Garcia, 6, Bairro Paranaíba - CEP 75503-040 - Itumbiara - GO
Telefones: (64) 3431-5488